Index - Edito - História - Autores - Personagens - Publicações - Grupos - Eventos  

O Memorial da História em Quadrinhos da Paraíba é um projeto de extensão e pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal da Paraíba

Edição:
Henrique Magalhães

Contato: henriquemais@gmail.com

Equipe editorial:
Paloma Diniz

Cobaloradores:
Cristovam Tadeu (detalhe de ilustração para o cabeçalho)

Criou-se em julho de 2013, com fluxo contínuo de atualizações.

Novembro de 2015

   Evento/reabertura Gibiteca Henfil

Reabertura da Gibiteca Henfil, no Espaço Cultural

Quadrinhos Intuados

1o Encontro Regional sobre Histórias em Quadrinhos

Nos dias 14 a 16 de agosto de 2015 a Coordenação de Quadrinhos do Espaço Cultural José Lins do Rego promoveu o 1o Encontro Regional sobre História em Quadrinhos com ampla programação referente à arte. O evento fez parte da rubrica "Quadrinhos intuados", expressão regional que enfatiza a força e a resistência dos quadrinhos feitos na Paraíba e no Nordeste.

O primeiro dia do evento, sexta-feira 14, teve a reabertura da Gibiteca Henfil e o lançamento de As aventuras do Flama, com Deodato Filho representando o pai e Maria: quarentoha, mas com tudo em cima, com o autor, Henrique Magalhães. A volta da Gibiteca Henfil ao Espaço Cultural é uma iniciativa da Coordenadora de Quadrinhos Thaïs Gualberto, que contou com todo o apoio e empenho da diretora da instituição, Márcia Lucena e da Associação Marca de Fantasia, detentora do acervo.


Thaïs Gualberto, Coordenadora de Quadrinhos

A Gibiteca Henfil nasceu em 1990 como projeto de extensão da Universidade Federal da Paraíba, coordenado por Magalhães e permaneceu no Espaço Cultural até o ano 2000. Mudou-se para o Curso de Comunicação Social da UFPB, depois para o Mestrado em Comunicação, onde ficou restrita à pesquisa acadêmica. A volta ao Espaço Cultural tem como objetivo fazer o inventário e a conservação do acervo, bem como torná-la mais uma vez acessível a todos os amantes dos quadrinhos.

O evento prosseguiu no sábado de 8 às 12h com a "Oficina de quadrinhos autorais" ministrada por Sirlanney, autora do livro Magra de ruim. Das 14 às 16h ocorreu a mesa redonda "Editoras independentes da região", com Luiza de Souza (Tribo), Rodrigo Acioli (Livrinho de papel finíssimo) e Henrique Magalhães (Marca de Fantasia). Em seguida, das 17 às 19h, o tema foi "Coletivos e revistas coletivas do Nordeste", com Christiano Mascaro (Ragu), Igor Tadeu (Sanitário) e Lila Cruz (Farpa). À noite teve sessão de autógrafos com John Monteiro (Cantilena) e Val Fonseca (Árvores), na Gibiteca Henfil.

No domingo, último dia do evento, ministrou-se pela manhã o "Minicurso de autor", por Themis Lima e Aureliano Medeiros (Tribo). À tarde ocorreram as mesas redondas "Eventos nordestinos de quadrinhos", com Rute Aquino (Desenquadradas), Bernardo Aurélio (Feira HQ) e Milena Azevedo (FLiQ); "O uso de quadrinhos em sala de aula no ensino de Ciências Humanas", com Paulo Emílio (UFRN) e David Rego (UFRN); e "A importância das lojas especializadas para a cadeia produtiva dos quadrinhos", com Manassés Filho (Comic House), Paulo Emílio (Comic Coffee Shop) e Larissa Martina (RV Cultura e Arte).

A programação fechou com "Music from Paraíba", com os shows de Ubrella Preta, Burgo e Feiticeiro Julião, às 20h no Teatro de Arena. Nos dias 15 e 16 de agosto também aconteceu a Feira de quadrinhos independentes, ao lado da Gibiteca Henfil, com uma boa amostra da produção regional atual. O evento dedicado aos quadrinhos fez parte da programação do "Agosto das Letras", promovido anualmente pelo Governo do Estado.

A riqueza da programação dos "Quadrinhos intuados" mostra uma mudança substancial do Espaço Cultural em relação aos quadrinhos. Se na década de 1990 houve o apoio, ainda que precário, à instalação da Gibiteca Henfil, faltava à instituição maior da cultura no estado um olhar mais producente em relação a essa arte. A criação da Coordenação de Quadrinhos e a escolha de Thaïs Gualberto para seu comando foi das mais acertadas, tendo em vista a capacidade de articulação de Thaïs no meio não só na Paraíba como no Nordeste e no país, como se viu nesse evento, que reuniu autores, produtores e livreiros do Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Bahia, além da Paraíba.

Outro ponto muito positivo nos "Quadrinhos intuados" é o foco na autoralidade e na produção independente, abrindo espaço para a difusão e a reflexão sobre os trabalhos mais inovadores que se tem produzido no país e menos comprometidos com o mercado. Este pode ser o primeiro passo para a criação de uma política permanente de estímulo à produção e edição de quadrinhos no estado.
H. Magalhães


Lançamento da revista comemorativa "As aventuras do Flama", com Deodato Filho, Thaïs Gualberto, Arthur e Henrique Magalhães, além do próprio "Flama", aliás, Dadá Venceslau

Leia mais sobre a Gibiteca Henfil:
Epitáfio à Gibiteca Henfil

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Volante do evento

 

    Index - Edito - História - Autores - Personagens - Publicações - Grupos - Eventos